Weby shortcut
icon-facebook

Alessandro Costa da Silva

Atualizado em 03/07/17 11:33.

 

REFERÊNCIA: SILVA, Alessandro Costa da. UM ESTUDO DAS JUSTIFICATIVAS, SIGNIFICADOS E SENTIDOS DO ENSINO DE FÍSICA NA VOZ DOS PROFESSORES DE FÍSICA. 2016. 1-82 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Goiás, 2016.

 

AUTOR: Alessandro Costa da Silva
TÍTULO: UM ESTUDO DAS JUSTIFICATIVAS, SIGNIFICADOS E SENTIDOS DO ENSINO DE FÍSICA NA VOZ DOS PROFESSORES DE FÍSICA
ORIENTADOR: Prof. Dr. Frederico Augusto Toti
ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: Educação
LINHA DE PESQUISA: Cultura e Processos de Ensino e Aprendizagem
DATA DE DEFESA: 05/2016

 

RESUMO:
A partir da Teoria da Atividade Histórico-Cultural, apresentamos uma análise das motivações e metas para a educação científica. A pesquisa teve como eixo principal a busca por entendimento sobre qual o nível de consciência que professores de Física mantém no desenvolvimento de sua atividade docente no Ensino de Física. As coletas de dados foram feitas em três momentos distintos, I – Justificativas e Metas para a Educação Científica construída historicamente, encontradas na literatura especializada; II – Questionário on-line aplicado a professores de Física; III – Grupo de debate realizado com professores de Física. Buscou-se analisar os dados a partir da Teoria da Atividade Histórico Cultural, uma vez que esta teoria contribui para desvelar a relação indivíduo com a atividade social e a forma como se apropria da cultura. Como resultado inicial, elencamos quatro categorias que justificam historicamente a finalidade do Ensino de Ciências: i) Humanistas: voltados para situar os sujeitos em um universo técnico-científico e decodifica-lo, ii) Sociais: utilizar dos conhecimentos científicos com o fim de melhorar as condições gerais de vida. iii) Econômicas: a Educação Científica é necessária para garantir a participação dos cidadãos na produção no mundo industrializado. iv) Políticas: Educação Científica contribui com os cidadãos para que possam atuar de forma crítica nas tomadas de decisões e debater sobre assuntos de relevância social que envolvam ciência e tecnologia. Tais justificativas, uma vez obtidas da literatura especializada da área, nos assegura significados construídos socialmente para o ensino das ciências, possibilitando compará-las com aquilo que motiva os professores Física no
desenvolvimento de sua atividade docente. As análises permitem entender um pouco mais sobre como professores internalizam a importância social de sua atividade docente. Em primeiro momento, percebemos que a maioria dos professores encontram dificuldades em justificar aos seus alunos sobre a necessidade de ensinar sua disciplina, ou até mesmo, em alguns casos, o professor assume que não há a necessidade de tal explicação ao jovem. Ao permanecer este estado de incompreensão geral, de um lado os professores com dificuldades em convencer os jovens a aprender física e de outro os jovens que não entenderem a necessidade de estudar física, corre-se o risco de gerar uma desmotivação frente a aprendizagem de ciências. Este trabalho traz elementos para a formação de professores, com vista a um melhor preparo de professores para justificar aos seus alunos a necessidade de aprender ciências.

 

TEXTO COMPLETO icon-pdf
Listar Todas Voltar