Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f
icon-facebook

Suzane Ribeiro Milhomem

Atualizado em 03/07/17 12:25.

REFERÊNCIA: MILHOMEM, Suzane Ribeiro. CICLOS DE ESCOLARIZAÇÃO: RELAÇÃO ENTRE FORMAÇÃO E PRÁTICA DOCENTE DOS PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA. 2016. 177 f. Universidade Federal de Goiás, 2016.

AUTOR: Suzane Ribeiro Milhomem
TÍTULO: CICLOS DE ESCOLARIZAÇÃO: RELAÇÃO ENTRE FORMAÇÃO E PRÁTICA DOCENTE DOS PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA
ORIENTADOR: Profa. Dra. Lucia Helena Moreira de Medeiros Oliveira
ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: Educação
LINHA DE PESQUISA: Políticas Educacionais, Gestão e Formação de Professores
DATA DE DEFESA: 30/09/2016

RESUMO:
O presente trabalho é resultado da pesquisa desenvolvida no âmbito do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal de Goiás, Regional Jataí, em nível de Mestrado, da linha de pesquisa Políticas Educacionais, Gestão e Formação de Professores, sob orientação da professora Dra. Lucia Helena Moreira de Medeiros Oliveira. Teve como objetivo principal refletir sobre os Ciclos Escolares, a prática dos Professores de Educação Física e o cenário atual do processo de Formação de Professores. Balizado por esses três elementos fundantes, o estudo acerca dos Ciclos de Formação e Desenvolvimento Humano visa compreender, numa perspectiva histórico-social, a relação entre a formação docente e a prática pedagógica dos professores de Educação Física de escolas públicas municipais de Goiânia organizadas em tempo integral. Os motivos para a realização desta pesquisa partem do próprio campo empírico que denunciam possíveis rupturas entre o campo de formação e as necessidades pedagógicas para o trabalho dentro da organização em ciclos. Desse modo, por meio de diálogos realizados com 20 professores que atuam em escolas de ciclos, organizadas em tempo integral, da rede municipal de Goiânia, buscamos identificar e refletir criticamente acerca dos possíveis conflitos, contradições, rupturas e/ou estranhamento entre o lugar de trabalho e o lugar de formação. Utilizamos como método de pesquisa o materialismo histórico dialético para analisar os dados e desvelar a realidade dialogando com autores da sociologia e da educação, como Karl Marx, István Mészáros, Paulo Freire, Dermeval Saviani, Newton Duarte, Luiz Carlos de Freitas, entre outros. De acordo com os resultados encontrados ficou evidente que, embora a escola seja em ciclos, sua composição, estrutura, princípios, concepções, metodologia e relações pedagógicas estão diretamente relacionados com o pensamento neoliberal, inclusive na intensificação da desigualdade, contraditoriamente, os ciclos também agregam princípios da luta engendrada pelo movimento político de educadores críticos que buscam na educação pública formas mais humanizadas de educar e ser educado, se constituindo, assim, em mais um espaço de correlação de forças e disputa de interesses na luta de classes.

 

TEXTO COMPLETO icon-pdf
Listar Todas Voltar