icon-facebook

ADRIA KÉSIA CAMPOS LIMA

  
ADRIA KÉSIA CAMPOS LIMA
TÍTULO: LITERATURA NO ENSINO/APRENDIZAGEM DE LÍNGUA INGLESA: FORMAÇÃO DA CONSCIÊNCIA LINGUÍSTICA E CRÍTICA
ORIENTADORA: Profa. Dra. Neuda Alves do Lago
DATA DA DEFESA: 04/02/2020

RESUMO: Este trabalho aborda uma perspectiva educacional que busca associar a literatura ao ensino/aprendizagem significativo da Língua Inglesa. Trata-se de um estudo de caso cujo objetivo geral consiste em analisar o uso da literatura como mediadora do processo de ensino/aprendizagem de Língua Inglesa, a considerar a formação linguística e crítica de alunos de ensino fundamental e médio em escolas no interior de Goiás. Utilizou-se, como horizonte metodológico, tanto a coleta de dados, realizada a partir de questionários aplicados aos professores e narrativas elaboradas pelos alunos, quanto uma análise fundamentada em métodos qualitativos dos pressupostos interpretativistas, em que se propôs a investigação propriamente dita da interação sócio verbal no campo do ensino das línguas estrangeiras. Como retrospecto teórico, revisaram-se estudos realizados acerca do ensino/aprendizagem de línguas estrangeira, com ênfase nas teorias sobre leitura literária em contextos escolares de Língua Inglesa, de forma a corroborar com os princípios que aliam os conhecimentos da área educacional com os da língua-alvo a fim de atender necessidades formativas discentes. Assim, utilizou-se, também, de teorias quanto à formação de consciência linguística e crítica em aulas de Língua Inglesa como elementos integrantes do processo de aprendizagem. Verificou-se o uso da escrita literária como um recurso válido no ensino/aprendizagem da língua-alvo, bem como para a possibilidade de que esta aprendizagem ocorra de modo consciente tanto linguística quanto criticamente. De igual maneira, delineou-se os desafios e dificuldades que podem impossibilitar o uso significativo deste recurso, bem como possíveis alternativas de praticabilidade. Assim, os resultados desta pesquisa nos permitem perspectivar benefícios e desafios no uso da literatura como ferramenta de ensino da Língua Inglesa associada a uma respectiva formação de consciência linguística e crítica. Deste modo, suscitou-se reflexões quanto às potencialidades educacionais desta abordagem no seio de suas limitações, a representar, em um contexto acadêmico mais amplo, uma colaboração ao campo do ensino/aprendizagem de Língua Inglesa e seus processos de construção de sentidos.

Palavras-chave: Ensino/aprendizagem de língua inglesa. Literatura. Consciência linguística.
Consciência Crítica.

 

DISSERTAÇÃO Pdf ícone