icon-facebook

ANA PAULA FERREIRA TRINDADE

  

ANA PAULA FERREIRA TRINDADE

TÍTULO:CONCEPÇÕES DE PROFESSORES ALFABETIZADORES EM RELAÇÃO AO PNAIC: A FORMAÇÃO CONTINUADA E A QUALIDADE EDUCACIONAL NA EDUCAÇÃO INFANTIL”.
ORIENTADOR(A): Prof.ª Drª. Laís Leni Oliveira Lima
DATA DA DEFESA: 28/02/2020

RESUMO: Este trabalho, vinculado à Linha de Pesquisa Formação Humana e Fundamentos da Educação do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Goiás/Regional Jataí, é resultado de uma pesquisa que teve como temática as concepções de professores alfabetizadores acerca da formação continuada proposta pelo Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (Pnaic), que um programa implementado pelo Ministério da Educação (MEC), em âmbito nacional, desenvolvido entre os anos de 2017/2018. O objetivo geral da pesquisa é compreender a importância da formação continuada para professores de Educação Infantil, implementada por meio do Pnaic. Os objetivos específicos foram: contextualizar histórica e politicamente a formação continuada de professores para a EI no contexto brasileiro nas duas últimas décadas; compreender a perspectiva e a concepção de qualidade que embasa o curso de formação continuada do Pnaic para a Pré-Escola; analisar as concepções e os fundamentos teórico-metodológicos do curso de alfabetização do Pnaic na Pré-escola e as possíveis implicações dessas concepções como política de formação continuada. Como fundamentação metodológica, adotamos a abordagem qualitativa, mediante pesquisa bibliográfica e de campo. Realizamos as análises tendo o referencial Marxista - materialismo histórico-dialético – como orientação. Desse modo, a coleta dos dados empíricos, instrumentalizados por questionários fechados e por entrevistas semiestruturadas, respaldaram-se em autores como Marx (1978, 2004, 2011, 2013), Kosik (1976), Frigotto e Ciavatta (2003) e Lima (2010). A pesquisa sobre as relações e interações sociais e políticas referentes à formação continuada de professores baseou-se em autores como Duarte (2003, 2005, 2008, 2010, 2013), Martins (2010, 2012, 2015, 2018), Arce (2001, 2005, 2010, 2012, 2013), Saviani (2007, 2011, 2012, 2018). dentre outros. A partir do materialismo históricodialético, entrelaçamos a investigação de modo a compreender a realidade da formação continuada dos professores no âmbito do Pnaic na EI. Procuramos percorrer o caminho em mão dupla, do todo para as partes e, inversamente, das partes para o todo, desentranhando nosso objeto de estudo, fazendo uma análise dos elementos da realidade que o compõem, de seus determinantes e de suas condições históricas sociais. Buscou-se trazer uma reflexão sobre o Pnaic enquanto programa de formação continuada para a construção da prática pedagógica das professoras de EI. As análises que foram propostas pelo Pnaic apresentam uma formação continuada voltada para o encantamento, e o foco central da proposta são as habilidades, competências e a troca de experiencias realizadas pelo professor, revelando que a formação continuada no âmbito do Pnaic prioriza a formação técnica, em detrimento da formação teórica e não cumpre, de maneira efetiva, o que propõe, uma educação de qualidade social para a EI.


Palavras-chave: Qualidade Educacional Social. Educação Infantil. Trabalho Docente. Formação Continuada. Pnaic

 

DISSERTAÇÃO Pdf ícone