icon-facebook

BELARMINA VILELA CRUVINEL

  

BELARMINA VILELA CRUVINEL

TÍTULO:FORMAÇÃO CONTINUADA E SUAS IMPLICAÇÕES NO TRABALHO DOCENTE E NA QUALIDADE SOCIAL DA EDUCAÇÃO: O CASO DA REDE MUNICIPAL DE JATAÍ/GO”.
ORIENTADOR(A): Profª. Drª. Camila Alberto Vicente de Oliveira
DATA DA DEFESA: 16/04/2020

RESUMO: No contexto atual e na educação, os professores são um dos principais pilares, e, diante disso, na década de 2000 buscou-se um novo perfil dessa categoria que conseguisse atender as mudanças do mercado de trabalho brasileiro e a formação continuada seria um processo fundamental nesse sentido. Esse estudo buscou analisar as políticas de formação continuada de docentes ofertadas pelo município de Jataí/GO, entre 2003 e 2015, bem como as percepções de docentes da Rede Municipal acerca de seus efeitos em seu trabalho e na qualidade social do ensino. Para tal, a metodologia utilizada como recorte espacial e temporal foi do estudo de caso, por meio de aprofundamento teórico, levantamento documental e pesquisa de campo. Para a coleta de dados foram feitas entrevistas semiestruturadas com um grupo de quinze professores, quanto a análise dos dados foi utilizado o modelo tridimensional da análise do discurso crítica (FAIRCLOUGH; 1989, 1992). Foram levantadas as ações de formação continuada ofertadas pela Secretaria Municipal de Educação aos professores. Ainda, almejou perceber a partir da percepção dos entrevistados para o efeito produzido dessas ações no trabalho docente e na qualidade social do ensino. Esse estudo evidenciou que houve oferta de ações de formação continuada aos professores da Rede Municipal de Jataí/GO, mas muitas vezes, o município era mero executor de ações de outros entes (como o Governo Federal), as quais atendiam de forma emergencial e serviram para padronizar as práticas educativas. Os resultados permitem afirmar que as ações mapeadas na Secretaria Municipal de Jataí, no Conselho Municipal de Educação de Jataí, no NuFOPE/UFG/REJ (Grupo de estudos e pesquisas de Formação de Professores e Práticas Educativas/Universidade Federal de Goiás/Regional Jataí) e a percepção dos articipantes se desenvolvem por meio de blocos, como o da gestão de pessoas e da administração, das práticas inclusivas e preparação para as avaliações externas. As análises destacam ainda, que essas formações disponibilizadas não atingem a carga horária exigida no plano de carreira do município dificultando o desenvolvimento profissional. Por fim, a percepção dos docentes demonstra que a relação entre os cursos de formação continuada e a qualidade social da educação restringem as situações voltadas para a prática de sala de aula diante de treinamento e execução de sugestões. Contudo, ressalta-se que a formação continuada aplicada aos educadores municipais atende as necessidades imediatas, no entanto, não solucionam o problema da falta de instrumentalização para um ensino/aprendizagem que leva a formação de cidadãos críticos e a qualidade socialmente referenciada de educação.

 

Palavras-chave: Política educacional. Formação continuada. Trabalho docente. Qualidade da educação.

 

Obs.: Este trabalho ainda não tem autorização para publicação.

 

DISSERTAÇÃO Pdf ícone