icon-facebook

ÉRICA YAMAUCHI TORRES

  

ÉRICA YAMAUCHI TORRES

TÍTULO:A ABORDAGEM DOS GÊNEROS ORAIS EM COLEÇÃO DIDÁTICA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA PARA O ENSINO FUNDAMENTAL (ANOS INICIAIS)”.
ORIENTADOR(A): Prof.º Dr.º Sílvio Ribeiro da Silva
DATA DA DEFESA: 18/12/2020

RESUMO: Esta Dissertação de Mestrado tem o propósito de investigar o trabalho com os gêneros orais em uma coleção de livro didático de Ciências da Natureza (anos iniciais do Ensino Fundamental). É uma pesquisa da área da Educação, linha de pesquisa Educação e Linguagem. Argumento que o ensino dos gêneros orais não deve ser exclusivo da Língua Portuguesa, por isso indico a possibilidade de investigar-se como são as propostas de produção de gêneros orais no livro didático de Ciências da Natureza. Aponto que as Ciências oportunizam a produção de uma diversidade de gêneros orais, ampliando o domínio da linguagem e mantendo uma relação dialógica entre os conteúdos específicos das Ciências e o desenvolvimento dos aspectos orais próprios da linguagem. Apresento os aspectos gerais da coleção em análise (Buriti Mais Ciências – YAMAMOTO, 2017), evidenciando as propostas de produção de gêneros orais a partir das Orientações ao Professor e das atividades que compõem as propostas de produção dos gêneros orais apresentadas pela coleção. Para a caracterização dos aspectos gerais dos gêneros orais, mostro como a oralidade está prevista em documentos oficiais. Apresento dados quantitativos referentes à coleção em análise. Os procedimentos metodológicos aplicados nesta pesquisa foram a análise quanti-qualitativa e interpretativista (TRIVIÑOS [1929] 2017), (BORTONI-RICARDO, 2008), (SOUZA; KERBAUY, 2017), a Análise de Conteúdo (BARDIN, 2016) e o Paradigma Indiciário de Ginzburg (GINZBURG, [1939]1989). Os principais referenciais teóricos utilizados foram Schneuwly e Dolz (2011), Bakhtin (([1952-53/1978] 2019), Perelman; Olbrechts-Tyteca (2005), Toulmin, ([1958]2001) entre outros. Para constituir e analisar os dados, sistematizei os objetivos específicos em: 1) Analisar se a abordagem dada aos gêneros orais pela coleção de livro didático de CN está alinhada ao que é previsto pela Base Nacional Comum Curricular – BNCC, em relação ao eixo de ensino produção de texto oral; 2) Refletir se os gêneros orais apresentados pela coleção favorecem o letramento crítico do aluno; 3) Verificar se as atividades propostas a partir dos gêneros orais ontribuem para a ampliação de capacidades requeridas em esferas extraescolares relacionadas a esses gêneros. Os resultados indicam que a coleção atende as previsões da BNCC (BRASIL,2018) acerca da produção de gêneros orais atrelada aos recursos multissemióticos que favoreceram a construção de sentido, e em menor representação numérica atende a previsão da produção de texto oral de caráter científico. No entanto, no que diz respeito ao letramento crítico, julguei que a coleção apresentou poucas propostas relacionadas ao estímulo da criticidade do aluno. Acredito ser possível que as propostas da coleção contribuam para a ampliação de capacidades requeridas em esferas extraescolares relacionadas aos gêneros orais. Indico a desproporcionalidade na distribuição em relação aos agrupamentos dos gêneros orais, além da orientação insuficiente para o ensino da oralidade. A coleção afirmou que as Ciências da Natureza podem contribuir com o domínio da linguagem. Por outro lado, não apresentou encaminhamentos para o ensino do texto oral. Todos os volumes da coleção apresentaram propostas de produção de gêneros orais.


Palavras-chave: Gêneros orais; Livro Didático; Livro Didático de Ciências da Natureza.

 

DISSERTAÇÃO Pdf ícone