icon-facebook

LAYLA KAROLINE ALVES TEIXEIRA FLORES

  

LAYLA KAROLINE ALVES TEIXEIRA FLORES

TÍTULO: “INICIAÇÃO À DOCÊNCIA NOS CURSOS DE DIREITO: UM ESTUDO EM INSTITUIÇÕES DO SUDOESTE GOIANO”.
ORIENTADOR(A): Prof.ª Dr.ª Camila Alberto Vicente de Oliveira
DATA DA DEFESA: 28/01/2021

RESUMO: O estudo está inserido na linha de pesquisa “Políticas Educacionais, Gestão e Formação de Professores” e investigou o processo de iniciação à docência universitária dos professores que atuam no curso de Direito em Instituições pública e pública-privada de Ensino Superior do Sudoeste Goiano. Assim, por meio de pesquisa empírica com abordagem qualitativa e suporte bibliográfico e documental, o objetivo geral do estudo foi compreender a forma de inserção profissional dos professores nos cursos de Direito, destacando o perfil pessoal e formativo desses professores, as razões que resultaram na escolha pela docência, as motivações para continuar na profissão, as expectativas profissionais e como as instituições acolhem esses profissionais. Diante disso, a dissertação está organizada de modo a debater a docência universitária de forma ampla, partindo de uma breve análise histórica do ensino superior no Brasil e do ensino jurídico, seguida de uma análise sobre a docência no ensino superior e, por fim, resultados e discussões dos dados levantados. A pesquisa de campo realizada com sete professores do Centro Universitário de Mineiros - Campus Mineiros (instituição público-privada) e Universidade Federal de Jataí (instituição pública) com até 6 anos de atividade docente na instituição, possibilitou concluir que a maior parte dos docentes contratados em regime de dedicação exclusiva estão concentrados na instituição de Ensino Superior pública, sendo que os docentes contratados nessa jornada de trabalho se dedicam exclusivamente à profissão e, consequentemente, à formação em nível de mestrado e doutorado. Ademais, os professores contratados em jornada parcial conciliam a docência à iniciativa privada, o que tende a afetar o desenvolvimento, formação e profissionalização da docência, como também refletir no ensino oferecido. Foi possível perceber que os professores do curso de graduação em Direito, em sua maioria, buscam formação específica da disciplina que lecionam, por mais que entendam a importância da formação pedagógica e sintam dificuldades em desenvolver/escolher e aplicar métodos/práticas pedagógicas. A maior parte dos participantes se utiliza de modelos/referências de professores que teve anteriormente e afirma ter escolhido a profissão por identificação ao trabalho, além da estabilidade oferecida pelo concurso, por isso demonstram interesse em continuar na profissão. Os participantes acreditam ser a principal função do professor universitário desenvolver a criticidade do aluno promovendo a formação integral. Os professores reconhecem a dificuldade de conciliar a gestão, a pesquisa e extensão (com as atividades de ensino), principalmente em decorrência do tempo de dedicação que cada atividade demanda. Constatamos que as IES oferecem cursos, reuniões, especializações, formação continuada e/ou auxílio aos professores iniciantes, porém não são todos os participantes que têm conhecimento das iniciativas da IES, o que pode demonstrar a falta de interação/apresentação do professor iniciante à cultura da instituição de ensino.


Palavras-chave: Ensino Superior. Professor bacharel. Formação pedagógica. Docência universitária. Inserção à docência.

 

Obs.: Este trabalho ainda não tem autorização para publicação.

 

DISSERTAÇÃO Pdf ícone