icon-facebook

Débora Sirno Santos

REFERÊNCIA: SANTOS, DÉBORA SIRNO DESEMPENHO, EVASÃO E PERMANÊNCIA DOS ALUNOS INDÍGENAS E NEGROS QUILOMBOLAS INGRESSANTES PELO PROGRAMA UFGINCLUI DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS - REGIONAL JATAÍ [manuscrito] / DÉBORA SIRNO SANTOS. - 2017. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Goiás, Unidade Acadêmica Especial de Ciências Humanas e Letras, Programa de Pós-Graduação em Educação, Jataí, 2017.
AUTOR:  Débora Sirno Santos
TÍTULO: DESEMPENHO, EVASÃO E PERMANÊNCIA DOS ALUNOS INDÍGENAS E NEGROS QUILOMBOLAS INGRESSANTES PELO PROGRAMA UFGINCLUI DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS - REGIONAL JATAÍ
ORIENTADOR: Profª. Drª. Maria de Lourdes Faria dos Santos Paniago
LINHA DE PESQUISA: Cultura e Processos de Ensino e Aprendizagem
DATA DE APROVAÇÃO: 01/11/2017

 

Resumo:

O presente estudo analisa o desempenho acadêmico dos discentes ingressantes nos Cursos da Universidade Federal de Goiás, Regional Jataí, pelo Programa UFGInclui criado pela Resolução CONSUNI nº 29/2008, destinado a discentes que se autodeclararam indígenas e negros quilombolas. Sabendo que a Regional Jataí da Universidade Federal de Goiás possui 7 indígenas e 8 negros quilombolas ingressantes pelo programa UFGInclui, a presente pesquisa tem como objetivo analisar o desempenho acadêmico desses discentes, verificando a utilização e a relevância das políticas de permanência. Tal objetivo vai ao encontro de alguns objetivos do Programa UFGInclui, quais sejam: democratizar gradativamente o acesso à Universidade Federal de Goiás, por meio de uma política de ações afirmativas que contemple o acesso e a permanência de alunos provenientes de escolas públicas, (...) indígenas e negros quilombolas; acompanhar a trajetória dos estudantes que ingressarem por meio do UFGInclui, com vistas a fornecer apoio institucional para o seu bom desempenho acadêmico; ampliar as políticas de permanência dos estudantes nos cursos de graduação da UFG. O estudo configura-se como uma pesquisa qualitativa a presente investigação se desenvolve a partir de pesquisa bibliográfica, pesquisa documental e pesquisa empírica. O referencial teórico adotado ancora-se nas análises de autores como: Brandão (2005), Bernardino (2004), Chauí (2001), Foucault (1970), Munanga (2003), Pacheco e Silva (2007), Silvério (2003) e outros. É objeto de análise o seguinte corpus documental: a legislação, que compreende as políticas de educação superior no Brasil; os ordenamentos legais, resoluções e normativas específicas da UFG; dados estatísticos provenientes do sistema utilizado pela UFG – SIGAA, sobre o desempenho acadêmico dos discentes do programa UFGInclui. O presente estudo foi realizado com os alunos ingressantes pelo programa UFGInclui, indígenas e negros quilombolas provenientes de escolas públicas, os quais tiveram participação voluntária, com o direito reservado de se retirar da pesquisa em qualquer etapa, e com a garantia de confidencialidade e sigilo das informações coletas. Os dados foram coletados com 15 dos 16 discentes, tendo em vista que houve evasão de um aluno negro quilombola. Para coleta de dados aplicou-se questionário semiestruturado e realizaram-se entrevistas semiestruturadas, análise documental e observações diretas. Os resultados do estudo revelam que o desempenho acadêmico dos discentes cotistas acompanha o desempenho da turma. Os discentes relataram que, se não houvesse as políticas de permanência da UFG Regional Jataí, já teriam desistido do Curso, pois não conseguiriam se manter na Universidade e longe da família sem o auxílio financeiro e o acompanhamento Pedagógico.

 

Pdf ícone

TEXTO COMPLETO