icon-facebook

Antônio Alves de Oliveira Neto

AUTOR: Antônio Alves de Oliveira Neto 

TÍTULO: PROFESSOR, POSSO USAR O CELULAR? Um estudo sobre mobilidade e redes sociais no processo de ensino e aprendizagem escolar

ORIENTADOR: Prof. Dr. Wesley Fernandes Vaz

ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: Educação

LINHA DE PESQUISA: Cultura e Processos de Ensino e Aprendizagem.

DATA DE DEFESA: 22/08/2018

 

RESUMO:

Esta dissertação tem o objetivo de avaliar o uso do celular e de redes sociais virtuais, para fins educacionais, no estímulo e criação de situações favorecedoras de aprendizagem e construção de conhecimentos. Nesse sentido, esta pesquisa possui caráter qualitativo e o estudo de caso, pois o objeto de estudo encontra-se na vida real, não podendo ser investigada fora de seu contexto e muito complexa para experimentos. Parte da pesquisa foi conduzida em uma escola pública da rede estadual da cidade de Jataí-GO e o tratamento de dados em categorias a posteriori, sendo elas, colaboração e cooperação nas redes sociais, interação e motivação nas redes sociais, ensino e aprendizagem a qualquer hora e em qualquer lugar, alguns percalços pedagógicos, baseados nas ideias de construção de categorias de análise de Bardin. A coleta de dados utilizou dois questionários mistos, diário de bordo, entrevista espontânea, análise documental das mensagens nos aplicativos WhatsApp e Facebook. A pesquisa demonstrou as potencialidades das TICs no ensino e aprendizagem, uma mobilização dos estudantes participantes, no que se refere à colaboração e cooperação nas atividades cotidianas relacionadas à escola, percebida no gerenciamento dos grupos, troca de informações e questionamentos sobre atividades e cotidiano escolar. Percebeu-se mudanças na interação e motivação dos estudantes pois, durante as atividades, os alunos puderam ser motivados a se esforçarem em seus trabalhos e avaliações ao perceberem que as redes sociais seriam uma forma de visibilidade de seus trabalhos. As atividades desenvolvidas foram capazes de modificar as relações entre alunos e professor, aproximando os, oferecendo maior segurança ao aluno para tratar dos assuntos escolares. Nas atividades pedagógicas, o celular foi um facilitador do trabalho do professor, seja em sala de aula ou fora dela, no que se refere ao contato direto com os alunos, atuando em plantões de dúvidas, envio de atividades e informações. Utilizar o celular oportunizou aos alunos a possibilidade de desenvolver o senso crítico sobre o conteúdo disponível na Internet, por meio de atividades de pesquisa e produção de conteúdo para envio nas redes sociais. As atividades desenvolvidas no aplicativo Facebook, foram responsáveis por estimular os alunos a se esforçarem em suas atividades escolares, e se tornaram um meio de divulgação do trabalho dos estudantes. Alguns percalços foram superados nesta pesquisa, como a dificuldade de relacionamento entre participantes, compreensão das regras, dificuldades de organização do trabalho com TICs e infraestrutura inadequada. Ainda assim, o celular e as redes sociais se mostram alternativas para a criação de novas formas de produção de conhecimento, ou na compreensão do processo de ensino e aprendizagem, auxiliarem no desenvolvimento crítico, da aprendizagem e protagonismo do aluno, em atividades que dinamizem a informação na Internet e a transforme em conhecimento.

  Pdf ícone

TEXTO COMPLETO